Andrei Aguiar

FOTO: Aurélio Alves/O POVO

Para o advogado Andrei Aguiar, a atividade jurídica abre portas para o pleno exercício democrático da cidadania. “Sempre podemos contribuir para um melhor

funcionamento da administração pública, lutando para que sejam respeitados os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência,”, aponta o jurista, jogando foco no direito administrativo, especialidade dele.

Há mais de dez anos no mercado, Andrei é um dos sócios da Aguiar Advogados, cuja atuação se estende por Fortaleza e Brasília e tem como intuito oferecer um atendimento personalizado ao mercado empresarial e a gestores públicos, dispondo de extremadaexpertise. Aguiar define o trabalho que faz como um ofício apaixonante, no qual o profissional tem a possibilidade de lidar com os valores mais preciosos da sociedade. “A advocacia ainda permite o desenvolvimento de novas teses e, portanto, a criação e inovação constante do Direito”, afirma.

Apesar de ter atuação focada no direito administrativo, com ênfase em licitações e tribunais de contas, a atuação do profissional não se restringe a apenas uma especialidade. Ele é pós-graduado em direito trabalhista, tributário e previdenciário.Além disso, no escritório, gere equipe atuante em áreas como direito empresarial, contratos e obrigações, cível, do consumidor, empresarial e previdenciário.

“Dispomos, em nosso portfólio de clientes, empresas de diversos segmentos, como concessionárias de serviços de telefonia, indústrias, construtoras, distribuidoras, federações de classe e conselhos profissionais, além de gestores públicos”, enumera.

Em sua trajetória profissional, Andrei Barbosa de Aguiar já desempenhou diversas funções em várias instituições, a exemplo da procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do Ceará (TJDF-CE), entre 2008 e 2011, e de 2012 a 2015, além da diretoria jurídica do Náutico Atlético Cearense, que exerce desde 2012.Na Ordem dos Advogados do Brasil, seção Ceará (OAB/CE), foi conselheiro estadual (2013-2015), presidente da Comissão de Direito do Trabalho (2012), vice-presidente da Comissão de Direito do Trabalho (2010- 2011) e membro da Comissão da Advocacia Pública (2010-2012).

Atualmente, atua como conselheiro estadual (2016- 2018) e presidente da Comissão de Sociedade de Advogados na OAB/CE. Além disso, também integra a Comissão Nacional de Sociedades de Advogados, do Conselho Federal da OAB, em Brasília.

É Membro Honorário Vitalício da Seccional cearense do Centro de Estudos das Sociedades de Advogados (CESA/CE), membro da Associação dos Advogados Trabalhistas do Estado do Ceará (Atrace), da Associação dos Advogados de São Paulo (AASP) e da Associação Brasileira de Advogados (ABA). Andrei elege como referências em sua vida profissional nomes como Marçal Justen Filho, Carlos Ayres Britto (ex-presidente do Supremo Tribunal Federal), Maria Sylvia Zanella Di Pietro e Celso Antônio Bandeira de Mello.

“Contudo, inegavelmente, no direito administrativo, tive a referência de meu tio Ubiratan Aguiar (ex-presidente do Tribunal de Contas da União - 2008-2010, procurador do Estado do Ceará, vereador de Fortaleza e deputado estadual e federal)”.