Edson Santana

FOTO: Aurélio Alves/O POVO

Natural de Juazeiro do Norte, o advogado Edson Santana chegou a Fortaleza ainda no final dos anos 1980. Estudou nas turmas especiais do Geo Studio e do colégio Farias Brito, se formando em Direito na Universidade de Fortaleza (Unifor), em 1999.

Atuando no direito empresarial, com foco em telecomunicações e no direito societário e recuperação de empresas, direciona seu talento ao mercado jurídico corporativo há 19 anos. Especialista em comércio exterior pela Unifor, produziu diversos artigos, entre os quais se evidenciam “Autonomia dos Contratos Internacionais” e a “Cartilha da Consciência Cidadã”.

“Lutar por justiça é minha vocação, lealdade é uma lema, generosidade é uma obrigação, sei onde pretendo chegar, minhas armas chamam-se trabalho, determinação e perseverança”. É como se apresenta. A principal motivação para a carreira no Direito é o desenvolvimento social, a busca pelo Direito e “ver o sorriso de quem espera ver alguma injustiça superada”. Comandando a Santana, Maia e Pessoa Advogados, o profissional lidera uma banca de advocacia moderna, seguindo as atuais exigências de mercado – baseada numa longa experiência sedimentada em consultores seniores que somam mais de décadas de atuação.

Aliando a alta qualificação dos recursos humanos a ferramentas jurídicas modernas, o escritório tem plena capacidade de solucionar, com precisão, uma vasta gama de demandas jurídicas. No Direito, ressalta, se inspira nos juristas históricos como Rui Barbosa e nos contemporâneos como Ives Gandra e Paulo Bonavides.

“Eu me inspiro em homens e mulheres que se imortalizaram através de suas obras que promoveram o bem, como madre Tereza de Calcutá, (Mahatma) Gandhi, mas meu referencial de vida e caráter sempre será meu pai”. Edson Santana recebeu o título de Cidadão de Fortaleza no dia 4 de agosto de 2015, por iniciativa do presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT).

A honra foi um reconhecimento do trabalho desenvolvido na Capital, principalmente com os jovens advogados recém-formados, e pelos serviços prestados por dez anos, ajudando a criar associações e cooperativas em bairros carentes para estimular o microempreendedorismo.

Em 22 de outubro de 2015, recebeu a mais elevada comenda da Câmara Municipal de Fortaleza, a Medalha Boticário Ferreira, por iniciativa do vereador Iraguassú Teixeira (PDT). Ter contribuído para revitalizar AJA-Ce (Associação dos Jovens Advogados do Ceará) e tê-la presidido por duas gestões, é um orgulho, sua luta institucional perene tem sido a defesa dos jovens advogados, foi secretário geral da comissão nacional de defesa do advogado em início de carreira do conselho Federal da OAB, tendo fundado e Presidido as comissões de defesa das pessoas com deficiência e OAB Escola e Comunidade, ambas da seccional cearense da OAB.

É presidente e fundador do Sindicato dos Advogados de Fortaleza e Região Metropolitana (Sindafort), e encampou a luta para a implementação do piso salarial do advogado privado no Ceará, cujo projeto de indicação foi elaborado pelo deputado estadual Bruno Pedrosa (PP).